4 de julho de 2012

COMO JESUS SALVA, segundo o Espiritismo?

.

Uma das maiores ressalvas de cristãos de outras denominações religiosas, contra o Espiritismo, que é também cristão, está no entendimento diferenciado da salvação. 

Há uma necessidade imensa não só de o espírita saber explicar o entendimento doutrinário, como dos irmãos de outras religiões compreenderem que não somos contra o que pensam, apenas seguimos uma ótica mais espiritual da mensagem de Jesus.

Para muitas religiões, basta aceitar a Jesus como único salvador e isso fatalmente acontecerá, a salvação não vem, segundo elas, pelas obras, mas pela fé; as obras, nesse contexto, não são necessárias, mas podem ser resultantes.

O Espiritismo compreende de forma um pouco diferente.

Muitos espíritas esclarecem que salvamos a nós mesmos, porém falta uma maior explicação nessa afirmativa. Dizer que nos salvamos, parece significar aos olhos de outros religiosos, que nos abstemos de Jesus nesse processo, o que não é verdade de modo algum.

Em João 10:9, Jesus diz “Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á...”. Como entender essa afirmação? Que tudo o que ele ensinou é o caminho de salvação. E o que ele ensinou, mencionado em Marcos 12:28-31, está resumido dessa forma: “amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”. E como amamos ao próximo? Através da prática da caridade.

Em João 14:6 disse Jesus mais uma vez: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”. Ora, o Cristo ensinou e praticou uma mensagem, por isso ele é o caminho, fazer o que ele ensinou e exemplificou é inequivocamente o caminho de salvação, pois em texto algum ele disse “basta ter fé e esperar e eu o salvarei apesar dos seus pecados”.

Em Atos 16:30-31, Paulo e Silas são questionados sobre o que era necessário para salvação; a resposta diz: “crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa”. Exato, se acreditarmos em Jesus faremos o que ele disse e exemplificou, portanto, amaremos a Deus, a nós mesmos e ao próximo, de forma ativa, amor que se chama caridade.

Já em Tiago 2:14-26, há a mais transparente afirmação de que não basta a fé inativa em Jesus, para salvar. Diz Tiago que não haverá misericórdia para quem não teve misericórdia e pergunta: “...que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo? E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento cotidiano, e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí?Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma”. 

Eis por que motivos Jesus salva, segundo o Espiritismo, através das obras individuais. Ele é o modelo de comportamento ideal, é a alma mais elevada e pura que já transitou por essas paragens, é o detentor da mensagem salvadora e qualquer um, ainda que não o conheça, pode praticar o que ensinou, desse modo será salvo, pois terá modificado sua má índole, corrigido suas imperfeições, praticado o amor a Deus enquanto ama a si e ao próximo. A partir das obras, ninguém se perderá e essa verdade é bem mais compatível com o infinito amor de Deus e com a assertiva cristã em João 18:9 de que "nenhuma de minhas ovelhas se perderá".

Diferente do que pensam muitos, sim, Jesus salva também no Espiritismo; a mensagem e o exemplo esclarecedor que nos deu a certeza de um caminho, mensagem esta que se espalhou por todos os lugares independente de religião, salva-nos através do trabalho de amor e caridade.

Não se acomodem à fé inativa, pois ela os decepcionará profundamente quando a morte e o juízo vier julgar sua consciência. Pensem na falta de razoabilidade da proposta meramente salvacionista sem esforço! 

Sem considerar a falta de lógica de querermos salvação conhecendo o que é preciso fazer, mas dois mil anos depois cometendo os mesmos erros, ainda há pessoas que segregam em nome de Deus, que julgam em nome de Jesus, pessoas que possuem incontáveis imperfeições, muitas fundadas no egoísmo, e que não se esforçam em seguir o caminho prático ensinado pelo Cristo, em prol de apenas nele acreditarem, com a fé endurecida pela falta de amor.

Jesus salva quando abandonamos o comodismo, quando deixamos para trás o que retém a alma no limbo da ambição, do poder, dos prazeres efêmeros. 

Jesus salva quando conseguimos realizar passo a passo, a caridade que incentivou na Parábola do Bom Samaritano, usada como modelo de comportamento quando questionado em Lucas 10:25-37 "Mestre, que farei para herdar a vida eterna?". Sua resposta foi "amar o próximo", assim como a lei ensinava, e quem lhe questiona pergunta “quem é meu próximo?”. Diz Jesus, com a parábola, que todos o são e todos podem ser instrumentos do nosso amor.

O espírita sabe que Jesus salva, mas para ser salvo precisamos trabalhar, merecer, amar, realizar a caridade. Nem o homem, imperfeito como é, premia quem nada fez por merecer, somente o mérito do esforço no caminho do Cristo é que dá à fé o poder de concluir essa salvação.

Esse é o modo COMO JESUS SALVA, segundo o Espiritismo.


..

6 comentários:

  1. Oi, gostei muito do blog. Lembrei-me do Programa De Olho no Mundo(www.deolhonomundo.com), de Aline, da Cidade das Pirâmides, que diz: "Ser de luz é viver na luz com atitudes, palavras e pensamentos".Abçs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um conjunto, portanto, de ações, certo LUZ13?

      Grata pelo comentário, abraços!

      Excluir
    2. Oi Vania, você entendeu, perfeito.
      Veja o site do programa acho que vai gostar muito. Envio o endereço eletrônico do último programa sobre sexta-feira 13 e ocultismo, astrologia, etc : http://youtu.be/8sCk4Doi2YE Abçs.

      Excluir
  2. Belíssimas elucidações!

    Conforme o Evangelho:

    “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida” (João 14:6)

    Eu sou: Isto é, seus ensinamentos, sua doutrina espiritual e imortalista.

    Caminho: Compete-nos trilhar as diretrizes do evangelho. O salvacionismo gratuito inexiste.

    Verdade: O evangelho é a Lei maior. Expressão mais pura da divindade.

    Vida: É a verdadeira vida, na acepção espiritual da palavra.

    Resumo: O evangelho é o verdadeiro caminho da ascensão espiritual.

    Abraços.
    http://estudofilosoficoespirita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Fazendo uma pesquisa pela internet, deparei-me com esse texto maravilhoso. Que Deus continue te iluminando. Também escrevo no blog www.queropensarpormim.blogspot.com.br apareça por lá quando quiser. Grande [ ].

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço muito as palavras, aparecerei sim, grata pelo convite! Paz!

      Excluir

Gostou deste tema?
Não gostou?
Tem uma ideia diferente?
Conte para nós!